Servidores aposentados e do Ex-Território aderem greve geral do dia 28

Servidores aposentados e do Ex-Território aderem greve geral do dia 28

Servidores aposentados e do Ex-Território aderem greve geral do dia 28

 

Servidores aposentados e do Ex-Território aprovaram, por ampla maioria, a adesão à Greve Geral do dia 28 de abril contra as reformas da Previdência, Trabalhista e da retirada de direitos. Em Assembleia Extraordinária realizada na manhã desta quinta-feira (20), na Sede Social da entidade, em Porto Velho, o SINDSEF (Sindicato dos Servidores Públicos Federais em Rondônia), conclamou a participação da categoria, esclareceu as causas da crise econômica no país e os impactos que as medidas abusivas do Governo Michel Temer representam a sociedade.

  Confira galeria de fotos

O dia nacional de paralisação também conta com a aprovação e adesão da maioria dos servidores ativos, conforme apurado pelo SINDSEF em reuniões realizadas durante esta semana, nos órgãos públicos federais em Porto Velho, Candeias do Jamari, Itapuã, Guajará-Mirim e Nova Mamoré. Na próxima semana, o sindicato vai percorrer os municípios para mobilizar a categoria a participar da greve geral.

“A crise não é culpa da sociedade. E, sim resultado da má gestão e corrupção dos políticos em mandato eletivo. Assim como da sonegação de impostos das grandes empresas”, criticou o presidente do SINDSEF/RO, Abson Praxedes. “Precisamos parar o país para barrar as reformas”, completou.

O advogado Elton Assis destacou a importância da deliberação da greve geral contra o pacote de reformas que vai impactar sensivelmente cada brasileiro.  Segundo ele, a reforma da Previdência implica em prejuízo absurdo aos trabalhadores. “Não existe déficit da Previdência. Os valores arrecadados para custear as aposentadorias cobrem todos os gastos. É superavitário. A mobilização no dia 28 é a única maneira de fazer o governo recuar”, alertou o advogado.

Autor / Fonte: ASCOM

Leia Também

Comentários