Sem acordo, SINPRO-RO e SINEPE-RO continuam as negociações da convenção coletiva 2018-2019

Sem acordo, SINPRO-RO e SINEPE-RO continuam as negociações da convenção coletiva 2018-2019

Foi adiado para o próximo dia 20, em Porto Velho, a 5ª rodada de negociação salarial da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) 2018-2019, entre o Sindicato dos Professores de Instituições de Ensino Superior Privadas do Estado de Rondônia (SINPRO-RO) representado pelo presidente, Prof. Luizmar Neves e sua diretoria e a comissão formada pelo Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino Particular (SINEPE-RO).

Segundo o Prof. Luizmar Neves na 4ª rodada de negociação, realizada no último dia 04, não houve acordo e seria realizada no último dia 13 uma 5ª rodada, entretanto, foi adiada para o dia 20/04/2018 a pedido do SINEPE-RO e aceito pelo SINPRO-RO, para que as instituições possam se reunirem em maior número e assim debater entre elas os pedidos da classe trabalhadora.

“Não abrimos mão de um reajuste razoável, entendemos a situação que passa o país e as instituições, mas também peço que entendam os professores que tem o sacerdócio do ensino e trabalha com tanto amor e carinho, portanto merece uma melhor valorização”, ressalta o Prof. Luzimar Neves.

Entre as propostas apresentas na pauta de reivindicações estão:

O reajuste salarial de 10% (dez por cento);

Auxílio alimentação passando a ser R$ 220,00;

Seguro de vida para todos os professores com prêmio no valor de R$ 60.000,00;

Bolsa integral para Pós-Graduação para os professores;

Bolsa integral para Graduação dos professores;

Fim do banco de horas da convenção atual acordada pela diretoria anterior;

Plano de saúde hospitalar;

Pagamento das aulas repostas aos sábados;

Segundo o presidente do SINEPE-RO, Augusto Pellucio, as instituições de ensino superior do estado precisam se deslocar até a capital para as reuniões, dificultando a realização de reuniões com poucos dias de intervalo entre elas.

“O melhor caminho é sempre o diálogo, a inflação despencou e as mensalidades tem se achatado, impossibilitando assim avanços significativos em relação ao pedido na proposta do SINPRO-RO”, disse o presidente do SINEPE-RO, Augusto Pellucio.
 
O presidente do SINPRO-RO, Prof. Luizmar Neves finaliza dizendo que todas as decisões serão levadas à assembleia para deliberação como esta diretoria sempre fez.

Autor / Fonte: Assessoria/SINPRO-RO

Leia Também

 
Loading...