Publicada em 06/09/2011 - 11h54min   /  Autor:  Assessoria
Processo eletrônico do TCU é apresentado a membros e técnicos do TCE

Depois, falou da importância da tecnologia da informação (TI) na otimização dos trabalhos no âmbito da Corte de Contas estadual, a fim de que esta atue tempestivamente e dê respostas imediatas à sociedade rondoniense.

Conselheiros, auditores, procuradores do Ministério Público de Contas, secretários-gerais e técnicos do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RO) assistiram, nessa segunda-feira (5), a uma palestra sobre as soluções e os sistemas informatizados utilizados pelo Tribunal de Contas da União (TCU).



Com o tema “Processo eletrônico no TCU”, a explanação foi realizada na sala de treinamentos II do Instituto de Estudos e Pesquisas Conselheiro José Renato da Frota Uchôa (IEP)/Escola de Contas, pelo secretário-adjunto de Soluções e Sistemas Corporativos do TCU, Rainério Rodrigues Leite.



Os trabalhos foram abertos pelo presidente do TCE, conselheiro José Gomes de Melo, com a apresentação do palestrante sendo feita pelo vice-presidente do Comitê Estratégico de Tecnologia da Informação e Comunicação (Cetic), conselheiro Edílson de Sousa Silva.



Antes, o conselheiro Edílson agradeceu à Secretaria de Controle Externo (Secex) do TCU em Rondônia, na pessoa do secretário de Controle Externo, Arildo de Oliveira, pela cooperação, atendendo solicitação para que Rainério Leite repassasse seus conhecimentos aos membros e técnicos do TCE.



Depois, falou da importância da tecnologia da informação (TI) na otimização dos trabalhos no âmbito da Corte de Contas estadual, a fim de que esta atue tempestivamente e dê respostas imediatas à sociedade rondoniense. “É preciso que todos se conscientizem da necessidade de se implantar a TI, sob pena de, não o fazendo, o Tribunal de Contas não caminhar mais”, acentuou.



Rainério Leite também abriu sua apresentação ressaltando a importância da TI para a evolução do sistema de controle externo, especialmente no acompanhamento da aplicação dos recursos públicos, garantindo, da melhor forma possível, ações de fiscalização com claros benefícios para a população.



“Foi por isso que o TCU criou uma secretaria específica para atuar na fiscalização da área de TI dos órgãos públicos. E esse setor tem trabalhado cotidianamente na identificação de possíveis erros ou problemas nos órgãos fiscalizados”, informou.



Ao longo de sua apresentação, Rainério também falou sobre o histórico de iniciativas e as ferramentas de gestão processual implantadas pelo TCU, além de abordar o processo eletrônico de controle externo, que representou ganho significativo, tanto econômica quanto tecnologicamente, para o funcionamento e a modernização da Corte de Contas federal.



Ao final, o secretário-adjunto de Soluções e Sistemas Corporativos do TCU esclareceu dúvidas e respondeu questionamentos feitos pelos conselheiros e técnicos do TCE em relação aos procedimentos adotados pelo órgão federal na área de TI para melhoria da fiscalização.

COMENTÁRIOS

Nenhum Comentário Publicado. CLIQUE AQUI E SEJA O PRIMEIRO!
Rua Getúlio Vargas, 2086 - Sala F
São Cristovão / Porto Velho - RO
Fone: 69 3229-0169 / 8439-0794
rondoniadinamica@gmail.com
© Copyright 2012 RONDÔNIA DINÂMICA COMÉRCIO E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA LTDA