Postos de combustíveis abastecem somente veículos oficiais com gasolina

Postos de combustíveis abastecem somente veículos oficiais com gasolina

A greve dos caminhoneiros chega ao quarto dia em Rondônia e alguns setores do comércio já sentem os reflexos em Ariquemes (RO), no Vale do Jamari. Com a paralisação do tráfego dos caminhões tanques, os moradores enfrentam a falta de gasolina e etanol nos mais de 20 postos de combustíveis do município.

Um dos postos localizado na BR-364 divulgou que ainda possui gasolina em estoque, mas que está sendo utilizado apenas para abastecer os veículos de serviços públicos como os bombeiros, Polícia Militar (PM), Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) e ambulâncias.

Com risco de ficar sem combustível, grande parte da população superlotaram os postos na última quarta-feira (23) e quinta-feira (24) para abastecerem os automóveis e motos. Outros ainda encheram tanques e galões para estocar o combustível.

Nesta sexta-feira (25), o G1 entrou em contato com alguns postos de combustíveis do município e todos informaram que não possuem etanol e gasolina para serem vendidas ao consumidor. O que ainda se encontra é o diesel utilizado em caminhonetes.

Racionamento de energia por falta de combustível

A assessoria da Eletrobras Distribuição Rondônia divulgou na quinta-feira que iniciou o racionamento de energia nas dezesseis termelétricas de Rondônia que fazem parte do sistema independente, por causa do risco de desabastecimento de óleo diesel.

Segundo a Eletrobras, o fornecimento de energia está sendo racionado em 16 municípios e distritos por conta da falta do óleo diesel nas Usinas Termoelétricas.

No Vale do Jamari, o racionamento ocorre em Buritis, Campo Novo, Cujubim, Machadinho e Vale do Anari. Nestas cidades e regiões vizinhas, está sendo realizado rodízio no fornecimento de energia até que seja regularizado abastecimento de óleo diesel para as Usinas que atendem estas localidades.

Greve dos caminhoneiros

Mesmo após negociação com o governo na quinta-feira, os manifestantes permanecem com mais de dez bloqueios na BR-364, BR-421 e Estrada do Belmont, em Porto Velho.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), não há registro de conflito nas áreas interditadas. Nos pontos de manifestação, os caminhoneiros montaram barricadas de pneus e estão barrando o tráfego de caminhões, com passagem permitida apenas para ônibus, carros pequenos, ambulâncias e caminhões com cargas vivas.

Autor / Fonte:  Jeferson Carlos, G1 Ariquemes e Vale do Jamari

Leia Também