Hamas anuncia acordo de cessar-fogo com Israel

Hamas anuncia acordo de cessar-fogo com Israel

O comando unificado das facções armadas palestinas da Faixa de Gaza anunciou um "cessar-fogo entre a resistência e Israel", após mediação do Egito. Com isso, o Hamas e a Jihad Islâmica suspenderão o lançamento de mísseis contra território israelense.

Uma fonte do governo do país judeu, no entanto, disse a uma emissora local que será "a situação em campo" a decidir sobre a trégua. "Israel se reserva plena liberdade de ação, e será a situação em campo a decidir", afirmou o informante. O pedido de cessar-fogo dos palestinos teria chegado por quatro mediadores: Catar, Egito, Noruega e Organização das Nações Unidas (ONU).

Desde a última segunda-feira (12), mais de 400 foguetes foram disparados pelo Hamas contra o território israelense, sendo que 100 foram interceptados pelo sistema de defesa antiaérea Iron Dome. Apenas 20, no entanto, caíram em centros habitados. Por outro lado, a Aeronáutica israelense bombardeou cerca de 150 alvos do grupo fundamentalista.

Segundo a agência palestina "Maan", ao menos seis pessoas morreram nos ataques aéreos em Gaza, incluindo quatro militantes do Hamas. Além disso, um palestino faleceu em Ashkelon, ao norte da Faixa, após ter sido atingido por um foguete disparado pelo próprio grupo fundamentalista.

Os mísseis lançados pela milícia também mataram um coronel israelense e deixaram mais de 50 feridos. Essa é a mais grave escalada da tensão entre israelenses e palestinos desde a guerra de 2014, que deixou mais de 2,2 mil mortos. 

Autor / Fonte: ANSA

Leia Também

 
Loading...

Comentários