GEC abre portas para técnico africano fazer estágio e observar jogadores

GEC abre portas para técnico africano fazer estágio e observar jogadores

Técnico africano faz estágio no GEC (Foto: Guajará / divulgação )

O Guajará resolveu inovar na temporada 2018 e além de trazer a comissão técnica inteira de fora do estado, anunciou também que o clube vai abrir espaço para o treinador senegalês Boubacar Fofana fazer estágio e observar jogadores durante a disputa do Campeonato Rondoniense, além de compartilhar parte de sua experiência no futebol internacional.

Segundo a diretoria do Glorioso, o técnico africano não foi contratado como parte da comissão técnica, mas terá participação nos treinamentos e viagens, justamente para fazer o estágio e aprender mais sobre a realidade dos clubes de menor porte no futebol brasileiro, além de ser olheiro de clubes da África para contratar possíveis reforços que se destacarem no estadual.

Fofana já trabalhou em clubes de vários países africanos e comandou também as categorias de base, além de ser credenciado pela Federação Internacional de Futebol (FIFA) e pela União das Federações Europeias de Futebol (UEFA). A chegada do treinador de Senegal está prevista para a reta final da pré-temporada.

Em entrevista ao GloboEsporte.com, por telefone, o técnico e olheiro falou sobre a expectativa da estada no Brasil e do que espera encontrar no Glorioso.

– É uma felicidade enorme poder aprender sobre o futebol que mais ganhou Copas do Mundo, o brasileiro. Vou procurar somar e passar meus conhecimentos, mas também aprender o máximo que puder. O jogador do Brasil tem uma qualidade enorme e pode surgir uma joia, uma nova estrela – declarou o senegalês.

Para o técnico desta temporada, Tinho Damasceno, a interação com um treinador de fora do Brasil será interessante e benéfica no alvirrubro, além de proporcionar uma porta de entrada para o futebol internacional, caso alguém seja posteriormente contratado para atuar no futebol africano.

- O Fofana vem para agregar, ajudar o clube com seus conhecimentos sobre futebol e aprender também, na verdade é um estágio internacional e isso será importante para dar visibilidade ao Guajará. Temos uma boa expectativa neste ano e sabemos que será difícil, mas temos condições de brigar por título, só depende de nós – disse Damasceno.

O primeiro desafio do Glorioso será fora de casa contra o Genus, no dia 12 de fevereiro, porém antes da estreia a equipe deve realizar dois amistosos, ainda sem data e adversários definidos.

Autor / Fonte: Globoesporte.com/Rondonia

Leia Também

 
Loading...