Éden do Crack – Viciados acampam no canteiro central e criminalidade aumenta no entorno da rodoviária de Porto Velho

Éden do Crack – Viciados acampam no canteiro central e criminalidade aumenta no entorno da rodoviária de Porto Velho

Porto Velho, RO – São inúmeras denúncias. Incontáveis. O problema vai além da segurança pública, pois abrange questões muito mais complexas da própria saúde à assistência social, ou falta desta.

Pessoas que trabalham nos empreendimentos ao longo da Av. Jorge Teixeira, próximo à Rodoviária de Porto Velho, Bairro Nova Porto Velho, não sabem mais a quem recorrer após percorrer não só as delegacias da Capital, mas também gabinetes diversos no Ministério Público (MP/RO) protocolando queixas e mais queixas.


Abandono e dependência no "Éden do Crack"

O Éden do Crack

Dependentes químicos estão literalmente acampados no canteiro central, uma espécie de "Jardim do Éden do Crack" levando em conta a bela composição superficial de flores e verdes bem aparados contrastando com o cheiro nauseante de água podre e parada naquilo que um dia já pôde ser chamado de fonte.

Com a migração dos viciados à região, como ocorre nos grandes centros, o aumento da criminalidade perimetral ascendeu paralelamente.

A Polícia Militar (PM/RO) até tenta resolver com rondas ostensivas periódicas, porém o flagelo, segundo pessoas ouvidas pelo jornal Rondônia Dinâmica – que não quiseram se identificar – é de responsabilidade do poder público, mais especificamente atribuição da Secretaria Municipal de Assistência Social e Família (SEMASF), atualmente comandada por Claudinaldo Leão da Rocha. A redação tentou contato com o titular da pasta, mas até o fechamento da matéria não obteve retorno.


O que já pôde ser chamado de fonte agora é foco pra doenças como dengue, zika e chikungunya

O espaço está aberto para eventuais esclarecimentos apresentados pela gestão Dr. Hildon Chaves (PSDB) e/ou quaisquer outras autoridades que queiram se posicionar a respeito.

– São pessoas como todas as outras, mas estão viciadas e o vício leva a muitas práticas equivocadas, a gente sabe muito bem disso. Nossos clientes foram assaltados, principalmente à noite, e as reclamações e processos chovem em praticamente toda empresa instalada aqui – disse o funcionário de uma das empresas que funcionam no local.


A plantação esconde um submundo a poucos metros da vida urbana e corrida de Porto Velho

Rondônia Dinâmica flagrou um dos viciados acendendo um cachimbo de crack em plena luz do dia, sem constrangimento algum. O jornal tentou contato com as pessoas acampadas no canteiro central. Arredias com a aproximação da reportagem, saíram às pressas carregando consigo o que podiam. Nenhuma pergunta foi respondida.


Usuários levantam acampamento ao perceberem presença da Imprensa

Autor / Fonte: Rondoniadinamica

Leia Também

Comentários