Confúcio não é Cassol, mas dá belo ‘chapéu’ em Maurão; a relação entre ofensas a Fátima e o caso da Rússia – e família luta por Nicolas Naitz

Confúcio não é Cassol, mas dá belo ‘chapéu’ em Maurão; a relação entre ofensas a Fátima e o caso da Rússia – e família luta por Nicolas Naitz

Fora

Com o senador Ivo Cassol (PP) fora do pleito, o otimismo voltou a permear os corações dos demais pré-candidatos ao Governo de Rondônia. Até “gente nova” apareceu por aí a fim de brigar pelo espaço largado pelo ex-governador...

A ferramenta do inimigo

Falando no progressista, Confúcio Moura (MDB) definitivamente não é Cassol. Aliás, são antíteses – adversários na política. Mas há práticas que se assemelham e muito, inegavelmente.

Chapéu

Embora não seja Cassol, Confúcio Moura ensaia verdadeiro “chapéu” no pré-candidato Maurão de Carvalho, presidente da Assembleia (ALE/RO), reeditando a puxada de tapete histórica patrocinada pelo senador no deputado estadual lá em 2014, quando o preteriu para apoiar a irmã Jaqueline Cassol (PR) na malfadada empreitada rumo ao Executivo.

A diferença

A diferença entre o Cassol daquela época e o Confúcio de hoje é que o senador mandava no PP inteiro e ainda puxava as rédeas do PR; já o emedebista está patrolando os colegas Valdir Raupp e Tomás Correia ao excursionar no interior levando pelo braço o seu ex-secretário de Finanças, Wagner Garcia, anunciando-o como pré-candidato da legenda.

Leia: Em visita ao Cone Sul, ex-governador apresenta “novato” que poderá disputar o governo na próxima eleição

Aventureiros

"Hoje em dia, não tem mais espaços para aventureiros. Precisamos de um crescimento continuado. Não tenho motivos, como ex-governador, para não apoiá-lo. Ele foi um presidente da Assembleia que não me chantageou, não me achacou. Bem assessorado, Maurão pode superar a todos os governadores anteriores a ele. Rondônia precisa ser cuidada e com Maurão estará em boas mãos". Ah, isso daí foi dito pelo próprio Confúcio no mês passado.

Leia: MDB confirma pré-candidaturas de Maurão, Confúcio e Raupp

 

Ofensas a Fátima

As reações à entrevista publicada pelo jornal Rondônia Dinâmica com a ex-senadora Fátima Cleide (PT) demonstram que o brasileiro não é machista, misógino e ridículo só no exterior quando pensa estar longe dos holofotes, a exemplo do caso Rússia. Os comentários não se limitam a críticas de mandato nem a posicionamentos políticos. Cada postagem é um show de adjetivos depreciativos e palavras de calão. É lamentável conceber as limitações do minúsculo autoproclamado cidadão de bem.

Acompanhe: Fátima Cleide fala sobre Lula, Dilma, transposição, se nega a mencionar nome de Bolsonaro e explica por que é pré-candidata ao Senado

Família não esquece Nicolas Naitz

Assim como ocorreu no caso Moisés Rodrigues, o Estado de Rondônia falhou com o bebê Nicolas Naitz e seus pais. Mas sua família jamais o esqueceu. Aparentemente, de acordo com um vídeo que circula no Facebook, um investigador contatado pelos parentes da criança desaparecida procurou a Polícia Federal (PF) no Rio de Janeiro e colocou o nome do menino de volta à apreciação das autoridades. Essas pessoas jamais descansarão até que tenham uma resposta sobre o ocorrido.

Assista: Desaparecimento do menino Nicolas: começa hoje um novo caminho

Falando em fake news...

O G1 noticiou que o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luiz Fux, afirmou nesta quinta-feira (21) que a Justiça Eleitoral poderá eventualmente anular o resultado de uma eleição se esse resultado for decorrência da difusão massiva de “fake news”, as notícias falsas.

Aham, sei...

Confira: Fux diz que Justiça pode anular uma eleição se resultado for influenciado por 'fake news' em massa

Reeleição

Há muitos deputados estaduais dormindo no ponto. Já estamos em junho e a grande maioria pensa que está eleita sem precisar se esforçar. Estão contando, obviamente, com o ovo no monossílabo tônico terminado em ‘u’ da galinha. É preciso cuidar pra que não entre nas próprias cloacas.

Contato

Estamos à disposição através do e-mail viniciuscanova89@gmail.com. Lembre-se: “O Espectador” é veiculada originalmente no Rondônia Dinâmica, mas a reprodução está autorizada desde que citada a fonte.

Autor / Fonte: Vinicius Canova / O Espectador

Leia Também

Comentários