Cantora caribenha garante estudo a crianças pobres, “Trenzinho da Alegria” de prefeitos, Porto Velho em alerta com presidiários à solta



Exemplo –
A cantora caribenha Rihanna tomou uma medida exemplar que poderia ser seguida por outros cantores e cantoras brasileiros, que ganham os tubos com shows, marketing, etc. Rihanna está doando bicicletas e bolsas de estudos a meninas carentes da África Oriental, um dos dez países mais pobres do mundo e onde 40% da população vivem (ou sobrevivem) com menos de um dólar por dia. Os cantores e cantoras brasileiros, famosos, que cobram até R$ 700 mil por um show poderiam ajudar entidades privadas sérias a garantir estudo secundário a muitas crianças brasileiros que estão carentes, inclusive de alimentos.


Prefeitos – O assunto já foi explorado por várias colunas de opinião durante a semana, mas devido a importância merece mais espaço. A ida de 17 prefeitos a Brasília para, de pires na mão pedir ajuda ao governo federal é uma aberração. Eles foram levados pela Associação Rondoniense dos Municípios-Arom, entidade que representa (sic) os municípios no Estado. Qual o significado, a importância, o peso político de 17 chefes de executivo municipal de Rondônia na capital federal?

Arom – Deputado federal, para conseguir audiência com ministros levam “chá de cadeira” de dias. A Arom não representa os 52 municípios do Estado? Qual a sua representatividade política se precisa da “escolta” de 17 prefeitos para esmolar recursos na capital da República para os municípios? A ida a Brasília é na realidade um “Trenzinho da Alegria” com distribuição de gordas diárias de municípios, que estão falidos econômica e financeiramente. É o fim da rosca...

Aleluia – A esperada chuva, que seria a do caju (atrasada) chegou à Porto Velho no dia de ontem (10). Até o fechamento da coluna da quinta-feira, já tinha bairros da capital onde já tinha ocorrido chuva, mas foi à noite que ela chegou à área central. Durante cerca de 40 minutos choveu com intensidade, mas sem os ventos fortes, trovoadas e relâmpagos, que quase sempre acompanham as primeiras chuvas do período. O ar já não está tão poluído e já é possível respirar sem tanta fumaça e poeira.

Presidiários – É Lei, mas o seu cumprimento num momento de muita violência e criminalidade contra a população é temeroso. A partir de hoje (11) 320 presidiários serão beneficiados com a liberdade até o próximo dia 18 em Rondônia. Estão sendo beneficiados com a saída temporária, devido ao Dia dos País, comemorado no próximo domingo (13). Somente em Porto Velho 85 “inquilinos” da Colônia Agrícola Penal estão em liberdade desde a manhã de hoje. Como a violência e a criminalidade continuam crescentes na capital, a tendência nos próximos dias é que aumentem, para desespero da população.  

Respigo

O corte do cafezinho nas secretarias e órgãos do Estado noticiado ontem (10) na coluna demonstra o despreparo de pessoas, que têm a responsabilidade de organizar a economia do Estado. Desde quando o cafezinho fará diferença num universo onde impera a Lei de Gerson, onde querem levar a vantagem em tudo? +++ O advogado Walter Silvano continua sua luta como pré-candidato a deputado estadual nas eleições de 2018, pelo DEM. Walter é pessoa muito ligada ao ex-governador, José Bianco, que durante muito tempo presidiu o diretório do DEM em Rondônia e muito popular na capital e no interior do Estado +++ Desde ontem (10) está faltando água nas residências do bairro Santo Antônio, em Porto Velho. A Caerd, como sempre ocorre não dá informações e deixa a população apreensiva +++ O comércio da capital apresentou melhoras nos últimos dias, graças ao Dia dos Pais, do próximo domingo. Lojas dos Porto Velho Shopping, do centro, das avenidas Jatuarana (zona Sul) e Amador dos Reis (zona Norte) apresentaram movimentação maior e animando os comerciantes, que estão preocupados com a crise econômico-financeira que se prolonga. 

Autor / Fonte: Waldir Costa / Rondônia Dinâmica

Leia Também

Comentários