Campanha desnecessária e oportunista, candidatos ao governo terão mais dois debates, justiça está sendo justa e rápida com as fakes news

 

Educação – A mobilização de membros da Campanha Nacional pelo Direito e Educação questionando projetos de candidatos a presidência da República, para militarizar escolas é um ato pífio e inoportuno. A entidade deveria se preocupar com o sistema de ensino na área rural de Porto Velho, por exemplo, onde há alunos que, ainda, não iniciaram o ano letivo. Por quê? A preocupação dos ilustres membros da entidade seria importante, caso buscassem a garantia ao estudo digno a todos e não questionando o que poderá melhorar a sua qualidade. É o fim da rosca...  

Eleições – Faltam pouco mais de duas semanas para a realização das eleições gerais, que elegerão presidente da República, governadores, duas das três vagas ao Senado e os deputados federais e estaduais. O desempenho dos candidatos, no final desta semana e na próxima será fundamental para a que antecede o dia da votação. Os debates na SICTV/Record (28) e TV Rondônia/Globo (2), em Rondônia são aguardados com ansiedade pela população e pelos candidatos. O reflexo do desempenho de cada postulante a governar Rondônia a partir de 2019 no debate, terá enorme influência no eleitorado.

Fakes – A coluna vem alertando há tempo e o problema tende a se agravar com a proximidade do dia das eleições (7 de outubro). As notícias falsas (fakes news) que são jogadas nos grupos de whatsApp denegrindo candidatos com publicações inverídicas, inclusive denegrindo pessoas com acusações totalmente fora da realidade crescem com a proximidade das eleições. Os candidatos que estão na linha de frente nas pesquisas, seja como postulante ao governo ou ao Senado são as vítimas principais.

Fakes II – O senador Valdir Raupp (MDB), candidato à reeleição, e os candidatos Confúcio Moura (MDB), Fátima Cleide (PT), Jesualdo Pires (PSB), Marcos Rogério (DEM) e Carlos Magno (PP) são os mais atingidos e estão sendo obrigados a buscar a justiça, para que os “marginais” da era digital sejam punidos. O mesmo problema enfrentam os candidatos a governador Maurão de Carvalho (MDB), Acir Gurgacz (PDT) e Expedito Júnior (PSDB). O jurídico dos candidatos devem procurar a justiça, que está sendo rápida e punindo os irresponsáveis que querem prejudicar os adversários.

Redes – Apesar da utilização em larga escala das redes sociais pela maioria dos candidatos a cargos eletivos em Rondônia, o jovem deputado estadual Léo Moraes (Podemos), que concorre à Câmara Federal vem aproveitando com maestria o efeito positivo do segmento eletrônico. Com mensagens curtas e objetivas vem encontrando boa receptividade no marketing político. Em 2016 Léo foi candidato a prefeito de Porto Velho e usou com intensidade na campanha as redes sociais, mas o prefeito eleito, Hildon Chaves (PSDB) se elegeu, mesmo inferiorizado na tecnologia.

Respigo

O advogado de Porto Velho Ernande Segismundo, marido da candidata a deputada estadual Luciana Oliveira (PSB) está otimista com a campanha da postulante a uma das 24 cadeiras a Assembleia Legislativa (Ale). Segismundo disse que Luciana tem um ótimo trabalho em Porto Velho e também no interior e que certamente estará entre as mais bem votadas ao parlamento estadual +++ Na rua Elias Gorayeb, em Porto Velho, no sentido Carlos Gomes/Calama, a Secretaria Municipal de Trânsito (Semtran) colocou uma placa de preferencial no cruzamento com a rua Duque de Caxias, ótimo, Ocorre que a placa fica embaixo de uma frondosa mangueira e a visibilidade é quase zero +++ Resolveu a situação dos servidores, que ficaram na sombra para instalar a placa. Mas criou problema para os motoristas, porque a sombra esconde a placa +++ Calor de fritas ovos no asfalto no dia de hoje (20) em Porto Velho. Na maior parte do dia termômetros marcavam 35 graus, como por volta das 15h.

Autor / Fonte: Waldir Costa / Rondônia Dinâmica

Leia Também