Boeing 747 realiza último voo comercial nos EUA nesta terça

Boeing 747 realiza último voo comercial nos EUA nesta terça

© Arnd Wiegmann / Reuters   

Depois de quase 50 anos nos ares, um dos aviões mais marcantes da aviação moderna, o Boeing 747, fará o seu último voo comercial de Seul para Detroit, nos Estados Unidos, nesta terça-feira (19).

Com isso, a companhia norte-americana Delta Airlines vai tirar de sua frota de transporte de passageiros o 747. A partir daí, nenhuma companhia aérea dos Estados Unidos terá a aeronave, enquanto Lufthansa, British Airways e Korean Air Lines continuarão voando com ele.

Famoso como "Rainha dos Céus" ou "Jumbo Jet", o avião é conhecido por sua "corcunda" na parte frontal da fuselagem. O modelo tem capacidade para até 600 pessoas e conta com quatro motores. Ele foi inaugurado no dia 22 de janeiro de 1970 na rota Nova York-Londres.

"O 747 foi um marco na história da aviação. Ele é grande, confortável e bonito. É um símbolo do poder econômico", disse Bob van der Linden, do setor de Ar e Espaço do museu Smithsonian, de Washington.

Nos anos 1990, o Boeing ficou famoso por se tornar o avião dos presidentes norte-americanos e do turismo de massa. Já em 1995, foi lançado o modelo 777, um pouco menor, com capacidade para 550 lugares.

Considerado um ícone do transporte civil, o 747 também se tornou uma estrela de Hollywood ao participar de várias produções cinematográficas como "Força Aérea um", "Missão Impossível II", entre outros. Com informações da Ansa.

Autor / Fonte: Notícia ao Minuto

Leia Também

Comentários