Após intervenção conjunta entre MPF e DPE, associação retira divulgação de festa ‘que incita o estupro’ em Rondônia; confira o documento

Após intervenção conjunta entre MPF e DPE, associação retira divulgação de festa ‘que incita o estupro’ em Rondônia; confira o documento

Porto Velho, RO – Recomendação conjunta assinada por membros do Ministério Público Federal (MPF/RO) e da Defensoria Pública do Estado (DPE/RO) fez com que a Associação Atlética Acadêmica Orlando Leite Carvalho (AAAOLC), conhecida como Atlética Muralha, alterasse o nome da festa que irá comemorar seus quatro anos de existência.

As entidades consideraram “a existência de estudos científicos/sociológicos sólidos sobre a existência de uma cultura do estupro – consistente na normalização e atitude de permissividade em relação a alguns comportamentos sexuais e de gênero eminentemente misógenos – com traços identificáveis na sociedade brasileira, ou em nichos sociais/regionais dessa sociedade, e que esse tipo de sugestão (ARRANCABAÇO) ainda que não intencional, pode reforçar tal cultura, vulnerabilizando ainda mais a posição da mulher na sociedade”.


Nota de Esclarecimento da Associção Atlética / Reprodução-Facebook

Levaram em conta, ainda, que “considerando que traços de tal cultura consistem justamente em culpabilizar a vítima, objetificação sexual, trivialização do estupro, negação de estupros, recusa de reconhecer o dano causado por algumas formas de violência sexual ou alguma combinação entre esses comportamentos”.

Na visão dos defensores públicos Gilberto Leite Campelo e Silmara Borghelot, além dos procuradores da República Daniela Lopes de Faria e Gisele Dias de Oliveira Bleggi Cunha, a nomenclatura “Arrancabaço”, há pouco utilizada pela Atlética Muralha, incitava o estupro.

Após a recomendação, a entidade alterou o nome da comemoração para “Carneirada”. Além disso, publicou uma Nota de Esclarecimento em sua página oficial no Facebook manifestando, entre outros pontos, total repúdio à “cultura do estupro”.


Manifestação na página oficial da DPE/RO

Confira abaixo a íntegra da recomendação

Após intervenção conjunta entre MPF e DPE, associção retira divulgação de festa ‘que incita o estupro’ em Rondônia; confira o documento de Rondoniadinamica Jornal Eletrônico

Autor / Fonte: Rondoniadinamica

Leia Também