Raupp defende construção da Ferrovia Bioceânica no trecho Porto Velho/ Vilhena/Sapezal

 Raupp defende  construção da  Ferrovia Bioceânica no trecho Porto Velho/ Vilhena/Sapezal

 O senador Valdir Raupp defendeu o início imediato das obras de construção da Ferrovia bioceânica, no trecho  Porto Velho/Vilhena  a Sapezal, no Mato Grosso, após  a empresa  chinesa CREEC  concluir que a ferrovia é  viável, economicamente.

O senador afirmou que a construção da ferrovia neste trecho desperta o interesse de empresas estatais chinesas, que em parceria com o governo brasileiro, poderão concluir o empreendimento, em até 5 anos.

Como o governo brasileiro já tem em mãos os estudos de viabilidade técnica, o ideal é começar as obras, por trechos e defendo que o primeiro trecho seja o Porto Velho/Vilhena a Sapezal(MT), frisou o senador.

Além do mais, o trecho é importante para o escoamento  da produção de grãos e minérios da região centro-oeste para as demais regiões brasileiras e para o exterior, disse. 

O senador Raupp  destacou que  há muito tempo, trabalha juntamente com a deputada federal Marinha Raupp,  em Brasília para a construção da ferrovia  bioceânica.

 Ressaltou que o estado de Rondônia foi incluído no sistema ferroviário nacional devida à ação política desenvolvida por ele  e  a deputada federal Marinha Raupp, durante a apreciação e votação da Medida Provisória 427/08, no Congresso Nacional.

O projeto foi aprovado, em agosto de 2008, pelo Senado Federal e transformou em empresa pública a Valec Engenharia, Construções e Ferrovias S.A. Pelo projeto que teve o senador Raupp como relator-revisor, os municípios de Vilhena e Porto Velho foram incluídos no sistema ferroviário.

Em dezembro de 2016, lembrou  que ele e a deputada Marinha incluíram a  Ferrovia bioceânica, no trecho Sapezal(MT) a  Vilhena/Porto Velho(RO), no Programa de Parceria e  Investimentos(PPI) do Governo Federal.  O pedido foi feito em audiência com o ministro  Moreira Franco, que coordena o Projeto Crescer e o Programa de Parcerias e Investimentos do Governo Federal.

Nesta quarta-feira(19), o senador esteve, novamente, com o Ministro da Secretaria Geral da Presidência da República, Moreira Franco, reforçando o pedido de construção da ferrovia.

Terça-feira, dia 18, o senador esteve  na reunião da Comissão de Infraestrutura do Senado Federal  quando o engenheiro chinês, Bi Qiang apresentou o estudo básico de viabilidade técnica da ferrovia bioceânica  entre Brasil e Peru. A reunião contou com as presenças também de técnicos do Ministério do Planejamento e da VALEC.

Autor / Fonte: Ribamar Rodrigues

Leia Também

Comentários